Especial Outubro Rosa – Uma ação de autocuidado

Especial Outubro Rosa – Uma ação de autocuidado

E mais um outubro chegou! Mês intitulado Rosa por entidades internacionais em função do combate ao câncer de mama, é celebrado há três décadas com o intuito de promover ações de prevenção da doença.

A história do Outubro Rosa começou em 1990, quando o laço cor-de-rosa foi distribuído aos participantes da primeira corrida pela cura em Nova York, ação promovida pela Fundação Susan G. Komen for the Cure.

Já no Brasil, a primeira iniciativa ocorreu em outubro de 2002, quando um grupo de mulheres empenhadas em conscientizar a comunidade sobre a importância de prevenir o câncer de mama foram às ruas. Um dos atos pela data iluminou de rosa o Obelisco do Ibirapuera em São Paulo, um dos maiores monumentos públicos do país.

Os números do Outubro Rosa

De todas as campanhas de saúde, o Outubro Rosa é a que conta com maior adesão de profissionais da linha de frente, empresas de todos os segmentos e instituições públicas, além da sociedade civil.

Isso porque a estatística que envolve o câncer de mama ainda é assustadora, sendo a informação a melhor forma de prevenção e realização do diagnóstico precoce.

De acordo com o Inca, Instituto Nacional do Câncer, o câncer de mama é o segundo tipo da doença que mais atinge as mulheres brasileiras, correspondendo a 25% dos novos casos de câncer relatados todos os anos.

No mundo, a patologia é um dos três tipos de maior incidência, junto com o câncer de pulmão e o colorretal, acometendo mulheres de 154 países. Infelizmente, a doença é a quinta em mortalidade no mundo, tendo suas chances de aparição aumentadas no público feminino a partir dos 40 anos.

Um incentivo ao autocuidado

A má notícia é que o câncer de mama ainda é uma doença comum; a boa notícia é que pode ter sua letalidade reduzida se houver prevenção e descoberta precoce de nódulos maléficos. Para tanto, as informações sobre a doença devem ser passadas corretamente. 

Afinal, uma das maneiras de prevenir a doença é conhecendo o próprio corpo – e, portanto, é preciso se tocar.

O autoexame de mama é uma prática eficiente quando realizada pela própria mulher a partir do sexto dia após a menstruação. Para aquelas que não menstruam, deve-se escolher um dia do mês para a realização da avaliação.  

Esse é um momento de reconhecimento do corpo em que a mulher vai apalpar os seios de maneira firme, mas sem machucar a região, em busca de nódulos ou caroços que possam indicar alguma anomalia.

Durante o autoexame é preciso observar alterações como:

  • Nódulos palpáveis nos seios e axilas;
  • Secreções no mamilo;
  • Feridas;
  • Alterações significativas na pele;
  • Região da mama com aspecto de casca de laranja.

O autoexame, que pode salvar vidas, é apenas o primeiro passo. O acompanhamento médico é fundamental para manter longe a chance de um câncer mais agressivo. Após os 50 anos, toda mulher precisa realizar a mamografia uma vez por ano, mesmo que não note nada de anormal na mama.  

Esse exame é imprescindível pois permite descobrir o nódulo ainda na fase inicial. Ou seja, quanto antes o tumor for detectado, maiores são as chances de cura.

Para além dos exames físicos e clínicos, é importante que a mulher se desperte para o cuidado diário, como praticar exercícios físicos, manter o peso adequado e evitar o consumo de álcool, cigarro e comidas gordurosas.

Outro ponto importante é manter a autoestima sempre elevada. Por isso, cuide do seu corpo, da sua pele e do seu cabelo. Coloque um sorriso no rosto e esteja sempre radiante. Isso também é autocuidado! Pessoas que cultivam o amor próprio se sentem muito mais fortes para superar qualquer desafio.

Assim com nos anos anteriores, a Mutari entra na campanha do Outubro Rosa com o único objetivo de celebrar a vida feminina, incentivando cada mulher a realçar o que ela já tem de melhor. 

Como o cabelo é uma marca do tratamento de câncer, já que ele acaba caindo durante a quimioterapia, vemos nele um símbolo de força e renascimento. Valorizamos os fios em cada etapa, seja no autoexame mensal, seja nos dias de quimio, seja na recuperação de cada mulher, que tem, a partir daí, uma relação totalmente nova com o cabelo.

Em tempos de estresse e preocupação, principalmente durante tratamentos quimio ou radioterápicos, os cabelos ficam opacos e quebradiços. Se você já venceu a batalha contra o câncer de mama, a dica é contar com a linha 48h da Mutari, desenvolvida para proporcionar alto poder de condicionamento e efeito memória. Ela mantém as madeixas bonitas, saudáveis, sedosas e protegidas de qualquer elemento mais agressivo.

Também conhecida como linha rosa, é indicada para qualquer tipo de cabelo, mesmo aquele que tenha passado por processos químicos ou térmicos. Nossa linha 48h vai te ajudar a manter a cor, cuidando também dos fios relaxados ou alisados.

Esteja atenta às mudanças do seu corpo e, ao menor sinal de alteração, busque ajuda médica sem perda de tempo. A Mutari está de mãos dadas com todas as mulheres, com o desejo de que um dia nenhuma precise perder os cabelos, a moldura do rosto, para tratar uma doença que tem prevenção – e solução imediata, quando descoberta precocemente. 

Doe cabelos, espalhe sorrisos!

Pelo quarto ano consecutivo a Mutari realiza a campanha “Doe cabelos, espalhe sorrisos”. Quem deseja doar cabelos para mulheres que fazem o tratamento contra o câncer pode cortar as madeixas gratuitamente nos dias 13 e 21 de outubro, na Casa Mutari, aqui em Belo Horizonte. As mechas, que devem ter no mínimo 20 cm, serão direcionadas ao Hospital da Baleia, referência em oncologia no estado de Minas Gerais, para confecção de perucas.

É preciso agendar o horário pelo telefone 3476-7377 (até pra evitar aglomeração, né?) e se deslocar até nosso endereço, que fica na Rua Castelo de Amieira, 110, no bairro Castelo, região da Pampulha. Além do corte de cabelo você também ganha uma escova pra sair da Casa Mutari linda de viver e super estilosa no novo visual! 

Seguindo todos os protocolos de vigilância sanitária atuais, todos devem usar máscaras e a entrada de acompanhantes não será permitida.

Para conhecer de perto essa e outras ações sociais da Mutari, visite regularmente nosso site e nos siga nas redes sociais! Nosso arroba é @mutarioficial. 

Deixe uma resposta